Projeto Corredor de Turismo – Reunião do COMTUR e PCVB – NovAmosanta Presente

No dia 05/08/14 ocorreu no shopping Arcádia Mall reunião promovida pelo COMTUR (Conselho Municipal de Turismo) e pelo PCVB ( Petrópolis Convention &Visitor Bureau) para tratar do Projeto Corredor de Turismo.

Esse projeto refere-se a melhorias no recolhimento de resíduos sólidos, melhoria do trânsito e melhoria do urbanismo no trecho da União Indústria entre a rotatória de Bonsucesso e a Ponte do Arranha Céu. (ponte de entrada em Itaipava)

Foram apresentadas como ações de curto prazo a colocação de divisórias de pista no trecho em pauta.

Já como obras de médio e longo prazo foram apresentadas alternativas ao Projeto do DNIT nas interseções da União Indústria com as ruas/estradas.

Essas alternativas compreendem um conjunto de divisórias de pista, rotatórias, de forma a que os veículos não possam virar à esquerda nos cruzamentos e o alargamento de algumas pontes ( Ponte dos Arcos, Bonsucesso, Bramil e Arranha Céu).

Esses projetos alternativos serão apresentados nesse blog em breve.

UFCG integra o Observatório da Política Nacional de Resíduos Sólidos

Iniciativa visa monitorar a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos em todo o País

A convite da Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente (Abrampa), da Bolsa de Valores Ambientais do Rio de Janeiro (BVRio) e do Instituto Ethos, a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) é uma das 25 instituições da sociedade civil que compõem o Observatório da Política Nacional de Resíduos Sólidos, lançado na última quinta-feira, dia 31. O objetivo é monitorar a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída pela Lei Federal nº 12.305 de 2 de agosto de 2010.

“A Lei procura organizar a forma como o Brasil trata os resíduos sólidos, incentivando a reciclagem, a reutilização e a destinação ambientalmente adequada dos resíduos. Além disto, instituiu a responsabilidade compartilhada dos geradores de resíduos, a erradicação dos “lixões” até agosto de 2014, e promove a inclusão social com emancipação econômica dos catadores de materiais recicláveis”, explica a professora Luiza Cirne, que representa a UFCG.

(ler mais…)

Vamos Falar Sobre Resíduos Sólidos ? – Projeto Araras

Convite dos Amigos do Projeto Araras

O Projeto Araras tem o prazer de convidá-lo para mesa redonda com:

Sergio Bessermann – Economista
Hélio Dias – Presidente (COMDEP)
Rosaura Maria Nascimento de Morais – Engenheira Química (INMETRO)
Marli de Souza Santos Gonçalves – Presidente (Cooperativa D’Esperança)
Jorge José Gomes da Rocha (Duda) – Conselheiro Fiscal (Cooperativa D’Esperança)

Onde: Salão Paroquial – Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes
Rua Bernardo Coutinho, 1.845 – Araras – Petrópolis

Quando: sábado – 09.08.2014 às 10:30h

Esperamos por você!! Sua participação é muito importante!!

Este evento abrirá o 15º Festival da Limpeza, que este ano será mais longo e se estenderá até o dia 19 de setembro.

Lançamento do Mercado de Créditos de Logística Reversa da BVRio

[iniciativa muito interessante, pode ser usada nos Distritos]
Rio de Janeiro, 22 de Maio – Foi celebrada no mês passado, as primeiras negociações de Créditos de Logística Reversa de Embalagens pelo Grupo Boticário e o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis, por meio da BVTrade, plataforma eletrônica da bolsa de valores ambientais BVRio.
O volume de créditos negociados deve chegar a 1200 toneladas ao longo dos próximos meses.
A bolsa é um dos mecanismos que podem ser utilizados para que as empresas cumpram a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que determina que as organizações implementem a logística reversa de embalagens pós-consumo, num processo que envolva catadores e promova a sua emancipação econômica.
Com a venda de Créditos de Logística Reversa, cooperativas de catadores são remuneradas pelos serviços ambientais prestados à sociedade. A BVRio também desenvolveu e opera um mercado de Créditos de Destinação Adequada de Pneus Inservíveis, assim como mercados florestais para cumprimento do novo Código Florestal Brasileiro.
A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, destacou o valor da iniciativa da BVRio, que chamou de “extremamente interessante e estratégica para concretizar a Política Nacional de Resíduos Sólidos”.
Para a Coordenadora do Comitê interministerial da Inclusão Social e Econômica dos Catadores de Materiais Recicláveis (CIISC), Daniela Metello, da Secretaria Geral da Presidência da República, a BVRio construiu um sistema promissor para a sustentabilidade no Brasil. “O que estamos vendo aqui hoje é o próprio desenho do Desenvolvimento Sustentável”, diz Metello.
Para o presidente-executivo da BVRio, Pedro Moura Costa, o valor adicional gerado pela venda de créditos cria um incentivo para que uma gama maior de resíduos seja coletada e reciclada no país. “O sistema é uma forma eficiente e transparente de implementar a logística reversa, além de contribuir de forma não assistencialista ao desenvolvimento das cooperativas de catadores”, diz Moura Costa.
Outras empresas já demonstraram interesse em participar da bolsa. A empresa Piraquê também iniciou a compra de Créditos de Logística Reversa da BVRio, e as associações ANIB (de fabricantes de biscoitos), ABIMA (de massas, pães e bolos) e a empresa Marfrig, se manifestaram positivamente quanto à esse sistema.
ver: