Pesquisa Fapesp – Modos de restaurar as Florestas (Jan 2016)

Com o início do Programa de Regularização Ambiental, os proprietários rurais serão obrigados a restaurar áreas desmatadas ilegalmente no passado. O professor da Esalq-USP Ricardo Rodrigues e o diretor do Instituto de Botânica de São Paulo Luiz Mauro Barbosa apresentam uma nova metodologia de recobrimento de floresta, mais eficiente e com menor custos.

Saiba mais em: http://revistapesquisa.fapesp.br/2015…

Obtenha a publicação
“Lista de espécies indicadas para restauração ecológica para diversas regiões do estado de São Paulo”:
http://www.ambiente.sp.gov.br/institu…

Obtenha a publicação
“Implantação de viveiro de mudas — manual de orientação”:
http://www.ambiente.sp.gov.br/cea/fil…

Criação da Unidade de Conservação da Serra da Estrela, na Subida Atual da Serra para Petrópolis, NovAmosanta participa na Apresentação do INEA

A diretoria da NovAmosanta esteve presente 6a. feira passada, dia 13/01/2017, a convite de Hugo Zoffoli, chefe de Serviço do INEA/SUPPIB, na apresentação prévia sobre a criação da Unidade de Conservação da Serra da Estrela, na atual subida da serra.

A partir de demanda dos cidadãos de Petrópolis, inclusive forte demanda da NovAmosanta, o INEA deu início a procedimento administrativo (E07/002.4688/2016) visando a criação dessa Unidade, integrada ao Mosaico da Mata Atlântica Central Fluminense.

A criação dessa nova unidade de conservação ligará a Reserva Biológica Federal do Tinguá à Reserva Biológica Estadual de Araras e ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos, formando um importante corredor ecológico.

A área já tem proteção ambiental, através da APA Petrópolis, mas essa nova unidade possibilitará uma gestão específica para a área, aumentando preservação e proteção.

Fernando Mathias, Superintendente de Biodiversidade e Florestas da Secretaria de Estado do Ambiente/RJ, fez uma excelente apresentação aspectos do projeto, inclusive os fatores que nortearam a escolha do tipo de unidade a ser implementada , um Refúgio de Vida Silvestre, com considerações sobre a importância ecológica da área, inclusive a grande diversidade de espécies da fauna e flora da Mata Atlântica presentes, algumas em perigo de extinção.

Fez considerações sobre quais trechos a incluir ou não na unidade, inclusive considerando áreas já ocupadas por habitações, visando minimizar conflitos locais e a preservação de direitos dos moradores atuais das áreas a serem incorporadas à unidade.

Foram apresentadas e discutidas as inclusões de diversos trechos na unidade, inclusive a subida atual da serra, a antiga subida da serra por Magé, monumentos tais como o Belvedere e o Mirante do Cristo.

A NovAmosanta sugeriu que fossem consideradas as inclusões de trechos na unidade inclusive pensando-se na viabilidade da sua sustentação econômica; exemplo disso a inclusão do Belvedere e outros pontos de interesse turístico e econômico.

Sugerimos também a incorporação, nas discussões, da CONCER (ANTT), a qual poderia ser interessante parceira no financiamento da conservação da unidade, inclusive devido à sua obrigação de manter a antiga subida e a possibilidade de que faça investimentos legalmente sua obrigação na preservação da unidade.

Igualmente seria interessante incluir o SESC, devido à proximidade com o Hotel Quitandinha, e a experiência dessa instituição na gestão de projetos de ecoturismo, como a Estância Ecológica Sesc Pantanal, localizada no Estado de Mato Grosso, e a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) com 107.996 hectares.

A questionamento da FIRJAN, presente, o INEA disse que investimentos em empreendimentos visando o turismo poderiam ser feitos na área, preferencialmente no seu entorno, sempre a partir de requerimento e análise. Um empreendimento usado como exemplo foi a construção de corredores suspensos de acrílico para observação de aspectos da mata sem perturbar o ambiente.

Yara Valverde, conselheira da NovAmosanta e diretora da CI-Conservação Internacional, colocou à disposição do INEA expertise internacional para o planejamento econômico da sustentação da Reserva. Fora consenso que os estudos financeiros de sustentação da unidade fossem incorporados às considerações quanto à sua implementação.

Fernando Varella sugeriu que fosse agendada uma nova reunião da comissão especial criada pela ANTT, para avaliar a viabilidade da criação de uma UC e a implantação de um estrada parque, na atual subida da Serra, com o objetivo de apresentação da proposta preliminar elaborada pelo Inea. Fernando Matias e o Hugo concordaram, devendo esse encontro ser realizado nos próximos dias.

A representante do deputado Carlos Minc, Alba Simon, destacou diversos pontos, inclusive a importância dos fatores políticos relacionados aos direitos dos eventuais ocupantes da área, aos quais deveria ser dada especial atenção imediata. (a unidade será criada através de projeto já apresentado pelos deputados Carlos Minc e André Correa )

Sugeriu-se a elaboração de material para orientação dos ocupantes das áreas incluídas no parque, de forma a que saibam exatamente seus direitos mantidos.

O próximo passo formal será a realização de audiências públicas.

A unidade de conservação a ser criada será estadual e o objetivo é ela ser criada ainda no primeiro semestre de 2017.

Proposta aceita é que, no momento das audiências, os principais pontos de relevância para a instalação da unidade já tenham sido tratados e resolvidos adequadamente, pelo que o trabalho de planejamento da unidade continuará.

————————————–

Matéria mais antiga relacionada registrada no blog:

Matérias relacionadas: (clicar AQUI)

  • O Parque Serra da Estrela, Unidade de Conservação Proposta pela NovAmosanta
  • Comissão Especial no GPT Concer Proposta pela NovAmosanta Analisará a Criação de Unidade de Conservação e da Estrada Parque
  • NovAmosanta defende no GPT ANTT/Concer a Preservação da Mata Atlântica através da transformação da atual subida em Estrada-Parque
  • NovAmosanta na Audiência Pública “Levantamento das Necessidades das Regiões Turísticas do RJ”

Petrópolis Gourmet, de 18 a 29 de Janeiro de 2017

gourmet

Petrópolis Gourmet leva a Cerveja para a Panela

Restaurantes da região unem a tradição cervejeira com a vocação gourmet em menus especiais para o evento

A tradição cervejeira de Petrópolis, na região serrana do Rio, será destaque na 16ª edição do Petrópolis Gourmet. O evento gastronômico acontece pela primeira vez durante o verão, entre os dias 18 e 29 de janeiro, com o tema “Cerveja na Panela”. Trinta e cinco restaurantes irão oferecer menus que levam, necessariamente, este saboroso ingrediente na entrada, prato principal ou sobremesa.

Fazem parte da lista de integrantes do XVI Petrópolis Gourmet: Luka’s Restaurante, Luka’s Restaurante (Itaipava), Bordeaux Itaipava, Parador Santarém, Duetto´s Café e Bistrô, Pousada Tankamana, Restaurante Imperatriz Leopoldina (Solar do Império, Faustino Restaurante, 2 Vales Restaurante, Massas Luigi, Bomtempo Serra Resort, Restaurante Camarão em Penca, Restaurante Chateau das Arcas, Colossus Hamburgueria, Barão Gastronomia, Sakura Sushi, Casa Pellegrini, Bohemia Restaurante, Bistrô Castelo de Itaipava, DelBeef Restaurante, Maffagio, Grande Hotel Petrópolis, Restaurante Albergo Del Leone, Buda Beer, Chateau Gourmet, Di Farina Pizzeria, Locanda della Mimosa, Bordeaux Ipiranga, Il Perugino, Don Sormani, Sabor de Minas, Petiscaria Imperial, Hamburgueria Dom Gourmet, Clube do Filet Ipiranga e Forneria Itaipava.

Considerada um dos cinco mais importantes polos gastronômicos do Brasil e um dos cinco indutores do turismo do estado, a cidade tem uma forte tradição cervejeira e é também conhecida como Vale dos Gourmets, pela excelência e variedade de sua gastronomia. A união das duas vocações motivou esta edição.

“A mudança da data do festival vem ao encontro da necessidade de um grande evento na Serra durante o verão para impulsionar as vendas da rede hoteleira, trazer mais visitantes aos restaurantes e comércio, além de consolidar Petrópolis também como um destino de verão, e não apenas de inverno, como já é conhecida. Com esta ação, o Petrópolis Convention & Visitors Bureau pretende beneficiar todos os seus mantenedores, gerando um grande fluxo de pessoas em seus estabelecimentos, além de movimentar a economia da cidade como um todo”, comenta Camila Thees, presidente do Petrópolis Convention & Visitors Bureau.

Além do circuito gastronômico, que destaca as criações dos chefs locais, com menus a partir de R$ 39,90 até R$ 140,00 por pessoa, o Agito Gourmet também integra a programação. Nele, os chefs realizam encontros em praças públicas preparando deliciosas degustações como cortesia para os passantes.

Para valorizar a produção local, será realizado paralelamente, nos dias 20 e 21, o Mercado Gourmet, no Shopping Vilarejo, em Itaipava. Barraquinhas serão instaladas para exposição e venda de produtos da cidade e orgânicos, como: geleias, conservas, folhagens legumes, mel, ovos, massas, entre outros.

A APOP-Associação de Produtores de Orgânicos de Petrópolis estará representada pela Arte em Conservas, Armazém Sustentável, Orgânicos SNA, Vale do Brejal e Verdes Tons Verdes. Participam ainda: Fungi Petro; Cogumelos Petrópolis; Ricardo Gonzalez; Café Caramello; Suzanne Glúten Free; Farinha do Bem; Capril de Ville e Jardineira Gastronômica.

A programação ainda conta com apresentações musicais, palestras, oficinas, workshops sobre cerveja e participação especial da Deguste, de cervejas artesanais, nos dias 20 e 21.

Um tour por uma das primeiras cervejarias em atividade no Brasil, a Bohemia, integra o roteiro turístico de Petrópolis. O espaço abriga um dos mais completos centros cervejeiros do mundo, que conta a história e as curiosidades do universo cervejeiro. O passeio tem diversos ambientes interativos, restaurante e visita ao Empório Cave Bohemia, onde são maturadas e envelhecidas a cerveja Reserva em barris de carvalho.

Para a curadoria, a escolha da estação destaca ainda mais o ingrediente temático desta edição. A proposta, além de divulgar a tradição cervejeira petropolitana, é integrar ainda mais os produtores e os restaurantes. “Queremos aproveitar este momento em que as cervejas artesanais estão conquistando cada vez mais paladares para valorizar também os primeiros produtores e incentivar criações gastronômicas com o ingrediente”, destacou o diretor de gastronomia do Petrópolis Convention & Visitors Bureau (PC&VB), curador do evento, chef e proprietário do Sakura Sushi, Rodrigo Trindade.

O Petrópolis Gourmet é realizado pelo Petrópolis Convention & Visitors Bureau, com apoio da Cervejaria Bohemia. A curadoria gastronômica fica a cargo de Alice do Chez Cox Buffet, e Rodrigo Trindade, do Sakura Sushi.

Secretários do Governo Bernardo Rossi

Secretários Bernardo Rossi
Secretários Bernardo Rossi

 

Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda

Marcelo Fiorini, 50 anos. Bacharel em Direito pela Universidade Católica de
Petrópolis (UCP) desde 1987. Empresário há 32 anos em Petrópolis, com
experiência em comércio também na capital. Presidente da Associação de Lojistas
da Rua Teresa (ARTE), por oito anos (2003 – 2010), atual presidente do Sindicato
do Comércio Varejista em Petrópolis (Sicomércio), cargo que assumiu em 2010.
Desde 2014, Marcelo Fiorini é também membro da diretoria da Federação do
Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomercio RJ). Fiorini é casado e tem
duas filhas.


Secretaria de Conservação e Segurança Pública

Djalma Januzzi, 41 anos, funcionário público desde 2007, quando ingressou na
área de Segurança Pública, como Guarda Civil Municipal. Atual subsecretário de
Estado para relações Institucionais na Secretaria de Estado de Habitação. Djalma
Januzzi é casado e tem duas filhas.


Secretaria de Assistência Social

Denise Maria Respeita Quintella Coelho, 53 anos. Psicóloga, formada pela
Universidade Católica de Petrópolis em 1985. Especialização na Fundação Getúlio
Vargas (FGV) em psicologia hospitalar, psicologia escolar e atendimento a
paciente com Síndrome de Down. Quatro anos de atuação na Escola La Fontaine
(1986-1990) – 1ª Escola a adotar o regime de inclusão de alunos especiais em
Petrópolis. Em 30 anos como psicóloga,  20 são dedicados ao atendimento popular
na clínica do Dr Fernando Coelho. Desde 1989, Denise Quintella soma a atuação
como psicóloga, trabalhos administrativos na Câmara de Vereadores, onde
ingressou como escriturária e ocupou cargos como chefe de processamento de
dados. Desde 2009, está no cargo de diretora administrativa. Denise Quintella é
casada, tem dois filhos e uma neta.


Secretaria de Obras e Habitação

Ronaldo Carlos de Medeiros Júnior, petropolitano, 50 anos. Empresário há 36 anos,
foi eleito vereador pela primeira vez aos 24 anos, em 1990, onde permaneceu até
o ano 2000, tendo ocupado o cargo de presidente da Câmara no biênio 1999/2000.Em
2004 foi eleito com mais de  seis mil votos, o que garantiu o título de vereador
mais votado da história de Petrópolis.No ano de 2006 foi eleito suplente de
deputado estadual com trinta mil votos, assumindo o mandato na Assembleia
Legislativa do Estado por dois anos.  Nos últimos seis anos voltou a se dedicar
exclusivamente a atividade empresarial em Petrópolis. Ronaldo Medeiros é casado,
tem dois filhos e será avô no início de 2017.


Secretaria de Administração e Recursos Humanos

Marcus Wilson Von Seehausen, empresário, formado em Direito pela UCP em 1986,
pós-graduado em Administração Financeira e em Direito Civil Processual. Ocupou
os cargos no executivo estadual como presidente do Ipem (Instituto de Pessoas e
Medidas), em  2015, e  na Secretaria de Envelhecimento Saudável e Qualidade de
Vida, em 2014. Neste mesmo órgão atuou, anteriormente, por dois anos, como
subsecretário. Petropolitano, foi chefe de gabinete parlamentar na Assembleia
Legislativa do Estado entre 2008 e 2012 e secretário de Administração municipal
de Petrópolis entre 2003 e 2004. Divorciado, tem três filhos.


Secretaria de Saúde

Silmar Fortes, 59 anos.  É enfermeiro sanitarista, atua na área de saúde há 35
anos. O trabalho na área de Saúde começou em agosto de 1981, como encarregado de
postos de Saúde – antes mesmo da conclusão do curso de enfermagem e obstetrícia
em 1982. Formou-se na Universidade Católica de Petrópolis, e é pós-graduado em
saúde pública, comunitária e de família. Foi diretor do Centro de Saúde Coletiva,
coordenador de Epidemiologia e apoiador institucional da Atenção Básica.

Em 2011 ingressou na Câmara de Vereadores, como suplente do então vereador
Bernardo Rossi. Em 2012 foi eleito vereador para o mandato 2013-2016, sendo
reeleito este ano. Em seis anos como vereador, o trabalho de Silmar Fortes se
destaca pelas ações de fiscalização em diversas áreas. Como presidente da
Comissão em Defesa da Saúde buscou a organização, estruturação e otimização do
atendimento. Fiscalizou as ações do Executivo Municipal em audiências públicas,
em especial nas reuniões que discutiram os números da Saúde nos encontros
quadrimestrais que avaliam a gestão da pasta.  Esteve engajado também na
promoção da saúde e dignidade dos idosos.


Secretaria de Educação

Anderson Juliano, 46 anos. Graduado em  Economia pela Universidade Católica de
Petrópolis em 2013. Atuou como bancário entre 1987-2015, sendo presidente do
Sindicato dos Bancários em Petrópolis de 2000 a 2002.

Ingressou na vida pública em 2008, quando assumiu a Secretária Municipal de Meio
Ambiente, cargo que voltou a ocupar entre 2010 e 2011. Entre os anos de 2009 e
2012, esteve à frente da Companhia Municipal de Desenvolvimento (Comdep). Em
2012 disputou sua primeira eleição para um cargo no legislativo e foi eleito
para o mandato 2013-2016. Na Câmara de Vereadores, Anderson preside a Comissão
de Educação , que instaurou CPI para investigar a aplicação de recursos da
pasta.  Anderson Juliano é casado e tem um filho.


Secretaria de Controle Interno

Fábio Alves Ferreira, advogado, 41 anos, Graduado em Direito pela Universidade
Católica de Petrópolis em 1999, pós- graduado em Direito na Universidade de
Coimbra (2000) e mestre em Direito pela Universidade de Coimbra em 2001.
Procurador adjunto do município em 2001 e 2002, membro do Conselho de Ética e
Disciplina da OAB-RJ, entre 2010 e 2015. O advogado é professor universitário e
autor de livros jurídicos. Com formação técnica em contabilidade no Colégio
Biblos, Fábio Alves, atuou por 10 anos no escritório de Contabilidade Andrade e
Silva.Fábio Alves Ferreira é casado e pai de três filhos.


Secretaria de Fazenda

Heitor Luiz Maciel Pereira, 63 anos. Graduado em administração pela Faculdade de
Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro, em 1978,  e em Ciências
Contábeis no Centro Universitário de Barra Mansa em 2003. É pós -graduado em
engenharia Econômica e Financeira pela UFF em 2002. Possui especialização em
administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2007.Heitor é
funcionário de carreira das Indústrias Nucleares do Brasil, empresa que
administra o monopólio da energia nuclear da União, desde 1987. Contador,
administrador e pós graduado pela Latec/UFF em Engenharia Econômica e Financeira,
e pela FGV em administração pública. Atualmente está matriculado no curso de
Perícia judicial e Práticas atuariais. Foi contador da Prefeitura Municipal de
Duque de Caxias (2005-2006). No ano seguinte assumiu o cargo de subsecretário de
Receita do mesmo município (2007-2008). Foi assessor técnico do Secretário de
Estado de Planejamento e Gestão do Rio de Janeiro (2009-2010) e superintendente
de gestão Estratégica da Subsecretaria de Planejamento (2011-2012). Heitor Luiz
Maciel Pereira foi ainda Secretário Municipal de Fazenda do município de Duque
de Caxias entre janeiro de 2013 e fevereiro de 2015. Em março de 2015 foi
nomeado subsecretário de modernização da gestão da Secretaria de Estado de
Planejamento. Em novembro de 2015 foi nomeado Secretário Executivo da Secretaria
de Estado de Planejamento e gestão. Nasceu em Corumbá (MT), é casado e tem três
filhos.


Secretaria de Defesa Civil

Coronel BM Paulo Renato Vaz, 43 anos. Ex-diretor geral de Defesa Civil do estado
do Rio de Janeiro. Mestre em Defesa Civil pela Universidade Federal Fluminense e
especialista em prevenção de desastres. Autor do Mapa de Ameaças Múltiplas do
Estado do Rio de Janeiro. Atuou como secretário nos municípios de Nova Iguaçu e
Santa Maria Madalena.Cel. Paulo Renato já assumiu as secretarias de Defesa Civil
de dois municípios fluminenses, Nova Iguaçu e Santa Maria Madalena. O coronel
também é palestrante internacional sobre o tema Defesa Civil e autor de diversas
obras publicadas e premiadas no Brasil e no exterior sobre a área. É ainda
instrutor da Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração
Nacional, da Secretaria de Estado de Defesa Civil do Rio de Janeiro e também de
instituições dos Estados Unidos e da Espanha.  Paulo Renato Vaz, é carioca,
nascido e criado no Méier, casado, e tem uma filha.


Estrutura vinculada ao Gabinete do Prefeito

Procuradoria Geral do Município

Sebastião Luiz Oliveira Médici, 43 anos. Graduado em  Direito pela UCP em 1997,
foi diretor jurídico da Casa da Criança Antônio de Pádua (1999/2001), criou e
coordenou o Procon-Petrópolis, foi procurador Geral do Município de Petrópolis
(2002-2008) e de Três Rios (2009-2016). Atualmente é procurador municipal de
Três Rios, mediante concurso público.

Médici é membro da Academia Petropolitana  de letras Jurídicas, foi professor de
Direito público da UCP (2005 -2008) e de Direito administrativo de Universidade
Estácio de Sá (2005-2012) e tem dois livros publicados sobre direito Público.
Sebastião Médici é casado e tem uma filha..


Secretário Chefe de gabinete

Renan Sousa Campos, petropolitano, 27 anos, solteiro, é professor e advogado.
Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Petrópolis (2012),
pós-graduado em Direito Processual Canônico (2016) e mestre em Direito pela
mesma Universidade (2016). Pós-graduando em Direito Processual Civil, em Direito
Imobiliário e em Direito Tributário pela Universidade Cândido Mendes. Foi
professor da Fundação Educandário Princesa Isabel da Vara da Infância e
Juventude da Comarca de Petrópolis-RJ de 2009 a 2012. Eleito em 2011
Personalidade Petropolitana na categoria Revelação em Trabalhos Sociais. Recebeu
em 2015 homenagem especial da Academia Petropolitana de Letras por relevantes
serviços prestados às obras sociais. Relações Institucionais da Secretaria de
Estado de Habitação do Rio de Janeiro (2015) e Coordenador de Operações
Imobiliárias e Financeiras da Companhia Estadual de Habitação do Rio de Janeiro
(CEHAB – 2016). Associado à ANDHEP, Associação Nacional de Direitos Humanos –
Pesquisa e Pós-Graduação. Sócio honorário da Academia Brasileira de Direito
Processual Civil. Membro do Instituto Brasiliense de Direito Aplicado.


Coordenador de Gestão Estratégica

Roberto Rizzo Branco, 43 anos, empresário. Graduado em Ciências Contábeis pela
Universidade Católica de Petrópolis em 1998, ingressou no serviço público em
1997, atuando na área de Controle Interno do Município entre 1997 e 2002 – neste
período foi o responsável pela primeira publicação de demonstrativos da Lei de
Responsabilidade fiscal (2001). Foi consultor de Controle Interno na Câmara de
Vereadores de 2005 a 2007. Na prefeitura atuou no departamento de programação e
orçamento (2009), e como coordenador de Planejamento e Orçamento (2010). Em
julho de 2012 assumiu a Secretaria de Planejamento e Urbanismo onde foi
coordenador dos trabalhos que garantiram R$ 124 milhões no PAC da Mobilidade
Urbana. Atualmente atua como assessor financeiro na Câmara de Vereadores – cargo
que assumiu em 2013.

Empresário do ramo do comércio, Roberto Rizzo foi vice -presidente da Associação
de Lojistas da rua Teresa (2005 a 2009). Desde 2013 atua também como consultor
em planejamento, gestão e finanças, tendo prestado serviços para municípios como
Angra dos Reis, Natividade e Areal. Em 2016 foi também coordenador do Fórum de
políticas públicas de Petrópolis. Roberto Rizzo é casado e tem dois filhos.


Coordenadora de Comunicação Social

Estela Siqueira é formada em Comunicação Social pela Faculdade da Cidade (1990)
e pós-graduada em Comunicação Empresarial pela Estácio de Sá (2002). Iniciou
como repórter, aos 16 anos, na Tribuna de Petrópolis. Em Petrópolis, trabalhou
nos jornais Diário de Petrópolis, Jornal de Petrópolis e ainda na Rádio Musical.
Foi colunista no jornal O Dia e repórter especial de Negócios do jornal Gazeta
Mercantil. Em assessoria de comunicação atuou na Firjan, Petrotur, Fundação de
Cultura e Turismo e CPTrans. Desde 2008 trabalha como assessora de comunicação
de Bernardo Rossi  em seus mandatos como vereador e deputado estadual. Solteira,
46 anos, sua função mais recente foi de Coordenadora de Comunicação da
Secretaria de Estado de Habitação.


ADMINISTRAÇÃO VINCULADA


CPTrans

Mauro Henrique Ribeiro de Oliveira (Maurinho Branco), 47 anos, casado. Servidor
do estado por 10 anos. Atuou como coordenador geral no escritório da Secretaria
de Trabalho e Renda do Estado do Rio de Janeiro (Sine/Petrópolis) entre 2002 e
2006. De 2006 a 2012 atuou como assessor na Secretaria de Estado de Transportes
do Rio de Janeiro.Em 2012 assumiu o mandato de vereador. Já no primeiro mandato
foi eleito membro da mesa diretora. Foi 2º vice-presidente da Câmara Municipal
no biênio 2012-2014, período em que presidiu a Comissão Permanente de Transporte
Público e Mobilidade Urbana da Casa, onde defendeu melhorias no sistema de
transporte coletivo da cidade.


Comdep

Wagner Luiz Ferreira da Silva, 65 anos, é formado em administração de empresas,
despachante público Estadual, tem curso de gestão de pessoas e Segurança do
trabalho.  Como gestor público foi presidente da Companhia de Desenvolvimento de
Petrópolis (Comdep) entre 1997 e 2000. Como presidente da Comdep, recebeu o
diploma Ambiental de Limpeza Pública. Outro destaque na gestão da Comdep foi o
cumprimento de um acordo com o Ministério Público do Trabalho para a contratação
de concursados. Em 2008 foi eleito vereador para o mandato entre os anos de 2009
e 2012. Membro da mesa diretora da Câmara, onde ocupou o cargo de 1º secretário,
no biênio 2009/2010, Wagner Silva ajudou a elaborar o último concurso público da
Câmara de Vereadores. Wagner Silva é casado e atua ainda na administração da
igreja Metodista Wesleyana Central de Petrópolis.


Empresa de Turismo

Marcelo de Freitas Melro Valente, 34 anos, é formado em administração de
empresas pelo IBMEC-RJ (Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais).
Petropolitano, Marcelo é empresário do ramo hoteleiro e gastronômico da cidade
há mais de 10 anos. Marcelo é casado e tem dois filhos.


Fundação de Cultura e Esportes

Leonardo Randolfo, 28 anos. Maestro fundador do Coral Dó Ré Mi em 2002.
Ingressou na música em 1995 como integrante do Coral Canarinhos de Petrópolis,
onde permaneceu até o ano de 2010. Em 2007 ingressou na escola de Música da
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Buscando melhor especialização
passou por cursos de canto e regência com alguns dos maiores profissionais, no
Brasil e na Europa. Graduado  em Gestão de Marketing em 2011, Randolfo assumiu
no mesmo ano a coordenação do programa Canta Petrópolis. Desde 2012  Leonardo
Randolfo é membro do Conselho Municipal de Cultura, onde ocupou a presidência
nos anos de 2012 e 2013, foi vice presidente no biênio 2014/2015 e retornou a
presidência no início deste ano.

**Esportes será uma coordenadoria na estrutura da Fundação de Cultura comandada
por Hingo Hammes, 38 anos, graduado em Educação Física pela Universidade Gama
Filho, no ano 2000. Pós graduado em Educação Física e com MBA em Gestão
Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Há 16 anos atua como empresário da
área de educação física. Em 2011 assumiu a vice-presidência do Conselho
municipal de Esporte e Lazer e desde 2014 é presidente da Liga Petropolitana de
desportos (2014-2016).


INPAS

Subsecretário de Estado de Habitação do Rio de Janeiro nos anos de 2015 e 2016,
Fernando Leite Fortes, 65 anos, foi consultor e chefe de Gabinete Parlamentar,
na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro entre 2011 e 2014. Em 2006
foi subsecretário de Estado de Governo do Rio de Janeiro. Na Câmara de
Vereadores Fernando Fortes atuou como assessor especial da presidência (2009 a
2011), fruto da experiência como diretor Administrativo da Câmara Municipal de
Petrópolis (1993/1996) e vereador entre 1989/1993.Entre 2003 e 2006 Fortes foi
coordenador da Secretaria de Estado de Governo do Rio de Janeiro. Em 1987 atuou
como assessor Especial da Secretaria de Estado de Governo Rio de Janeiro. Entre
1997 e 1999 foi chefe de Gabinete Parlamentar na Alerj. Fernando Fortes foi
ainda diretor da 5ª Ciretran entre os anos de 1987 e 1988, Diretor Consultor da
empresa Ely &Azevedo Consultores Associados entre 1999 e 2002,  e Diretor
Administrativo da Clínica São Pedro por 12 anos (1978-1990).Na área de
comunicação, Fernando Fortes atuou como diretor comercial no jornal Diário de
Petrópolis entre os anos de 2008 e 2012 e como diretor do Jornal de Petrópolis
entre 1981 e 1983.

Fonte: e-tribuna

Comitê Piabanha: Incluímos na pauta a retomada da Discussão sobre Saneamento

Logo Comitê PiabanhaNa última reunião ordinária do Comitê Piabanha, realizada em 13 de dezembro, (http://www.comitepiabanha.org.br/reuniao-plenario.php#) conseguimos incluir na pauta um assunto de extrema relevância para Petrópolis: a retomada das discussões iniciadas no Grupo de Trabalho de Saneamento.

A partir de janeiro estaremos trabalhando para, possivelmente, conhecermos os investimentos necessários na região dos distritos: todos os atores envolvidos no tema serão formalmente convidados para iniciarmos os debates.

Já há algum tempo a sociedade civil organizada vinha debatendo a questão do saneamento em nosso município.

Com a revisão do plano diretor da cidade algumas perguntas relativas a prazos para novos investimento, tais como construções de novas estações de tratamento de esgoto (ETEs) e estações de tratamento de água (ETAS) ainda não foram satisfatoriamente respondidas.

E existe uma grande preocupação com o tema do abastecimento de água no município em virtude de, nos períodos de estiagem, em  alguns locais dos distritos moradores reclamarem, com razão, de falta de água.

A informação de perda de 30% na disponibilidade de água na cidade foi levada aos membros do Comitê Piabanha, pelo presidente do comitê, Paulo Leite, no período de estiagem no ano de 2015,  momento em que a cidade passou por um período crítico de abastecimento , transtornando a rotina de muitos moradores dos Distritos.

Rio Bonfim - Praça de Correas - do Facebook Amigos do Rio Piabanha
Rio Bonfim – Praça de Correas – do Facebook Amigos do Rio Piabanha

Também o projeto de lei que estende a área urbana do município não vem acompanhado de referência às novas demandas de saneamento nos distritos. (Projeto de lei GP350  25/8/2015 Delimita as zonas urbanas e rurais do Município de Petrópolis e dá outras providências (pdf). )

Nosso encaminhamento foi considerado pertinente e em janeiro na primeira reunião do GT de saneamento o assunto será tema da pauta.

A inclusão do tema saneamento na pauta do Comitê Piabanha reforça a política da NovAmosanta de buscar o desenvolvimento sustentável dos distritos.

Paula Beatriz Pareto
Diretora da NovAmosanta
Diretora da APOP – Associação de Produtores Orgânicos de Petrópolis

Rios voadores: para entender a importância da floresta amazônica – Antonio Nobre – Pesquisa FAPESP

amazonasPassoa
Antonio Nobre

 

Antonio Donato Nobre explica como e porque os Rios Voadores são ligados à florestas nativas, e qual as consequências benéficas para o ciclo hidrológico da América do Sul desse funcionamento magnifico da Natureza. (ver aqui: You Tube)

Enviado por Yara Valverde – 2/1/2016 – (public. original 3/1/17)